top of page
  • Foto do escritorCamila Carmona

Entorse de Tornozelo


A Entorse de tornozelo é uma lesão muito comum. Acontece tanto durante atividades esportivas como nas atividades do dia-a-dia. Basta perder o equilíbrio, pisar num buraco, caminhar numa superfície irregular, quebrar o salto do sapato ou se perder em uma pequena distração. Cerca de 25.000 pessoas torcem o tornozelo todos os dias.


Tipos de Entorse de Tornozelo


Normalmente, o tornozelo é rolado para dentro (entorse de inversão) ou, menos frequentemente, para fora (entorse de eversão).

A Entorse de inversão que causa dor ao longo do lado externo do tornozelo e é o tipo mais comum.



Dor ao longo do lado interno do tornozelo pode representar uma lesão mais grave para os tendões ou para os ligamentos e deve ser sempre avaliado por um médico ortopedista.

Além das lesões dos ligamentos e da cápsula articular, a entorse de tornozelo pode vir acompanhada de fratura dos maléolos da tíbia ou da fíbula. Os maléolos são aquelas protuberâncias ósseas existente nas faces interna e externa dos tornozelos e são a extremidade distal dos ossos da perna (tíbia e fíbula).


Sintomas


Quase sempre o entorse de tornozelo parece ser banal, principalmente nos primeiros minutos e horas. Muitas vezes, as pessoas acham que não foi nada e dão continuidade às suas atividades. O tempo vai passando os sinais e sintomas da lesão dos ligamentos vão surgindo:

  • Inchaço que se agrava com o passar do tempo;

  • Hematoma;

  • Dor à palpação;

  • Acúmulo de líquido nos dedos;

  • Sensação de formigamento no pé;

  • Perda da flexo-extensão;

  • Incapacidade para se locomover.

Grau I (leve)

  • Existe estiramento microscópico das fibras;

  • Inchaço e hematoma mínimos;

  • Resolução dentro de duas semanas, em média.

Grau II

  • Existe lesão parcial dos ligamentos;

  • O sangramento deles faz com que o hematoma e o inchaço sejam maiores;

  • É solução dentro de seis a oito semanas.

Grau III

  • Ruptura completa do ligamento;

  • Inchaço hematoma exuberantes;

  • Sinais de instabilidade no exame físico;

  • Resolução de dois a três meses.

Fisioterapia para entorse de tornozelo


Cada lesão de ligamento precisa de uma reabilitação específica. Caso contrário, o tornozelo torcido pode não se curar completamente e você pode lesioná-lo novamente.

Toda entorse de tornozelo, de leve à grave, requer 3 fases de recuperação:



  1. Fase I – inclui evitar movimentos, proteger e reduzir o inchaço do tornozelo machucado e técnicas análgesicas e reparativas como Tens, laser, Led e Ultra som.

  2. Fase II – inclui restaurar a flexibilidade, amplitude de movimento e força do seu tornozelo.

  3. A Fase III – inclui o retorno gradual às atividades, mantendo o exercícios de força e propriocepção, seguidos mais tarde por esportes mais intensos como tênis, basquete ou futebol.

É super importante concluir o programa de reabilitação e fisioterapia do tornozelo, para nao ocorrer reincidivas do entorse.


Se você não completar a fisioterapia, pode sofrer dor crônica, instabilidade e até artrose no tornozelo.


Se a dor se mantiver, pode significar que o ligamento lesionado não cicatrizou direito, ou que alguma outra lesão também aconteceu.


Para evitar uma nova entorse de tornozelo preste atenção aos sinais de alerta do seu corpo. Diminua a velocidade sempre que sentir dor ou fadiga, realize aquecimentos antes de qualquer exercício, aumente o nível de esforços gradualmente e permaneça em forma para emprestar bom equilíbrio muscular, flexibilidade e força aos seus tecidos moles.


Recuperação X Tempo de Retorno as Atividades


No que diz respeito ao retorno aos esportes, entorses grau l tipicamente demoram de 2 a 4 semanas ou mais para recuperar a mobilidade total e para o inchaço para resolver completamente.

Enquanto que as entorses de grau II, sendo um pouco mais graves, levam mais tempo, tipicamente de 6 a 8 semanas.


Para um grau de entorse III ou torções de tempo de recuperação depende de vários fatores. Alguns fisioterapeutas e médicos ortopédicos podem determinar que a imobilização precoce em uma bota de caminhar é necessária para permitir que os ligamentos tempo para curar em tipo II e III entorses.


No caso de haver uma ruptura completa ou fratura de avulsão (Fratura de Avulsão: O músculo ou o ligamento, que se insere no osso, arranca um pedaço dele, afastando esta porção do restante do osso), é possível que a cirurgia seja necessária para reconstruir os ligamentos. Nos casos em que a cirurgia é necessária, o paciente ficará em processo de reabilitação por pelo menos 12 semanas a 6 meses até retornar a maioria dos esportes que exigem dessa articulação.

Siga sempre o conselho de seu ortopedista e fisioterapeuta, nunca adiante o prazo de retorno às atividades mais rapidamente do que o recomendado.


78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page